curta nossa página!

Meus favoritos
Sua lista [0]

Nenhum produto selecionado

Total: R$ 0,00

Pequenos Leitores

06/09/2016

 



Pequenos leitores, por livre e espontânea opção!



Livro: Do latim “liber”. Ser livre.



Uma palavra com tantos significados e importâncias, mas que cada vez menos faz parte da infância dos nossos pequenos e futuros cidadãos. E nos questionamos: por quê? Porque hoje temos cada vez menos crianças que tenham o gosto da leitura? Será que é tão mais fácil ligar a televisão para ver seus filhos quietos? Como competir com uma indústria de personagens infantis que investe em brinquedos cheios de tecnologias? O que precisa ter um livro para chamar atenção das crianças, assim como um tablet ou celular? Qual a melhor hora de inserir os livros na vida da criança? Será que obrigando a leitura, deixará as crianças mais inteligentes e cultas? Como tornar o livro uma escolha livre?



São questionamentos que devem ser feitos diariamente. Sabemos que educar um filho é uma tarefa difícil e cheia de contestações por aí. Mais árduo ainda parece ser transformar um livro mais atrativo que o desenho animado passando no canal infantil. Mas existem pequenas ações que podem facilitar na iniciação à leitura para os pequenos.



Precisamos começar pelo conselho mais importante de todos: que a leitura não seja apenas um hábito que foi inserido dentro da rotina da criança, e sim que se torne um prazer, um gosto, um “brinquedo legal”. A iniciação é interessante que seja feita de duas maneiras, uma com a “contação” de histórias, para incentivar a imaginação e a criatividade dos pequenos; e a outra com o próprio manuseio da criança com o livro, interagindo ela própria com esse mundo repleto de opções, que passeia infinitamente entre os sonhos e a realidade. E engana-se quem acha que tem que ser aqueles livros caros, com cheiro, texturas, pop-ups e sons, cheios de acessórios. Um simples livrinho cheio de ilustrações com muita cor já encantam os olhos de quem está a recém descobrindo o mundo. O único cuidado com crianças até um ano são os materiais dos livros que são dados a elas, pois muitas vezes até essa idade elas costumam leva-los até a boca em alguns momentos e a pouca destreza no manuseio pela motricidade ainda estar em desenvolvimento podem causar acidentes. Os mais recomendados nessa idade são os livros de banho, de pano ou os cartonados (com folhas duras mais resistentes).



Parece claro que a beleza do livro inicialmente que irá chamar a atenção do pequeno e despertará a tal da curiosidade, mas não se devem menosprezar as próprias histórias que trazem os livros, sejam as clássicas ou não, antigas ou novas, infantis ou “para adultos”. Oportunizar (e não subestimar) a mente infantil de viajar pelas linhas e pelas entrelinhas da história é importante. A experiência da escuta convida o cérebro a trabalhar, a criar universos, a ser livre de pensamentos e sonhos. E como vimos, são várias as experiências que o livro proporciona, potencializando o crescimento neuronal e emocional dos pequenos. A própria ação de levar as crianças a uma livraria e deixá-la escolher o próprio livro, inserindo ela no ambiente e oportunizando o diálogo e o contato, pode ser um bom programa para o final de semana. O importante é criar o gosto e o prazer, para que os livros deixem de ser vistos por eles como obrigação, e sim como mais um “brinquedo” que está ali para se divertir.



  Tudo isso acaba auxiliando no desenvolvimento cognitivo da criança, assim como desenhos infantis também podem auxiliar. Tudo de formas diferentes e equilibrados devidamente em tempo dentro da vida infantil. Nem demais, nem de menos. Limites que devem ser impostos para criação de rotinas saudáveis, estimulação de gostos e prazeres que realmente acrescentem algo, seja paz, sonhos ou conhecimento. Enfim, filhos prontos e livres para enfrentar o mundo lá fora na sua própria busca por algo que não se tem, ou simplesmente, que se quer. Isso é a vida, é ser livre com os livros; ser livre para escolher os livros, para ser capaz de escrever a própria história em um futuro próximo.



Saudações Literárias!



Vivam os livros!


Compartilhe: Google Plus

Pequeno Príncipe

27/07/2016

O Pequeno Príncipe, meu amigo.



Era uma pessoa (história) igual a cem mil outras. Mas, eu fiz dela um amigo. Agora ela é única no mundo.



--------------------------------------------------------------------------------------------



São mais de 200 idiomas diferentes que traduzem uma das obras literárias mais difundidas e famosas do mundo. O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupèry, é daqueles livros que toda casa deveria ter na prateleira sem falta.  A narração do encontro de um aviador e um menino que vive em um asteroide é o que nos leva a diversas reflexões sobre a vida durante cada página da obra.



O autor usa uma linguagem simples, poética e cheia de simbolismos, que transcende o tempo e a história. Um livro de criança que é feito para gente grande ler também. E mais, vale a releitura uma vez por ano, no mínimo, pois o “principezinho” sempre tem algo a nos dizer e a nos fazer refletir, seja sobre amizade, amor, sabedoria, solidão, infância, diversidade ou morte. Daqueles livros que valorizam o ser humano e seus sentimentos e nos fazem pensar sobre nossas atitudes e nossas relações de hoje.



Cada leitura, uma percepção, uma reflexão, uma conclusão, uma lição, um pensamento novo que surge. Privilégio de quem leu ou ouviu quando criança e depois releu como “gente grande”. Pode ser até desesperador de perceber como perdemos nossa maneira inocente e alegre de ver a história, para visualizarmos outro lado e se dar conta que a trajetória do personagem principal está acompanhada de melancolia e de solidão. Entretanto, vemos a força de um “menino” que leva com ele sua inocência e sua pureza durante suas viagens e encontros, sem deixar-se influenciar. Podemos então refletir sobre o caminho que estamos trilhando e o quanto somos afetados e manipulados pela sociedade e por uma cultura global quase que intimidadora. E talvez, existem momentos que a “criança” dentro da gente também quer falar e nos mostrar que podemos e temos que olhar a vida e a história com aqueles olhos de anos atrás. Afinal, “só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos”.



Um Petit Prince e muitas ideias para pensar foi o que nos deixou Antoine de Saint-Exupèry, há mais de 70 anos atrás. Uma história infantil para “gente grande” com lições para todas as idades, a qualquer tempo, como um bom e velho amigo para se ter sempre por perto. Quem ainda não leu, por favor, “ganhe” tempo lendo uma das obras mais marcantes da literatura. Quem já leu, que possa sempre reler quando achar necessário, pois as linhas desse singelo e simbólico livro sempre tem algo intrigante e cativante para nos mostrar.



Saudações Literárias!



Vivam os livros!


Compartilhe: Google Plus

Epígrafe

29/06/2016

“Um País se faz com homens e livros.”



Monteiro Lobato



----------------------------------------------------------------------------------



Oi gente,



Hoje, estamos iniciando com o blog, dentro do site da nossa Livraria Aurora, e nada melhor do que começar essa aventura com a nossa inspiração de negócio e de vida, do grande Monteiro Lobato.



A ideia aqui é discutir sobre vários assuntos, indicar livros e leituras para vocês, com o objetivo de fomentar cada vez mais o hábito da leitura na nossa sociedade e trocar experiências com os nossos clientes.



Somos um dos sebos mais tradicionais de Porto Alegre/RS e estamos completando 60 anos de atividade em 2016. Temos um acervo de quase 100 mil livros, ainda em processo de cadastramento. É um orgulho para a família, resistir tantos anos em um cenário tecnológico que vai cada vez mais contra o livro de papel. Continuamos sempre, mesmo com as adversidades do mercado, na luta para oferecer um serviço e atendimento de qualidade aos nossos clientes, distribuindo memórias e sonhos em forma de papel.



Se quiser saber um pouco mais da nossa história, dá um pulinho no menu “Quem somos” e se apaixone você também por essa história linda que começou há mais de 50 anos atrás.



Não esquece de curtir a nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades que vão vir por aqui!



Saudações literárias a todos!



Vivam os livros!


Compartilhe: Google Plus

Como chegar Rua Marechal Floriano, 505
Centro, Porto Alegre - RS 90020061

Telefone (51) 3221.9779

E-mail contato@livrariaaurora.com.br

Todos os direitos reservados à Livraria Aurora Ltda.